Siga por e-mail

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Back in Business !!!

Meus caros e fraternos amigos,

Acho que desde que este blog entrou no ar, eu nunca fiquei tanto tempo sem postar nada ...

Motivo ? Motivos .... Primeiro eu passei quase que Janeiro todo viajando, parte a trabalho e a última semana com a família e amigos ... Segundo porque esse negócio de carro antigo é meu hobby, hobby é algo para dar prazer ... Mas algumas coisas me encheram tanto o saco de dezembro para cá que eu perdi temporariamente a vontade de fazer qualquer coisa relacionada a ele ... Mas vamos corrigindo os desvios de rota, pois o desafio ainda é muito grande ...

Nestes dias de reclusão voluntária ociosa, fiz uma lista dos carros que ainda me faltam para restaurar ... Deus me dê forças para concluir a obra, ainda falta muita coisa, muitos carros interessantes que esperam o dia de serem salvos !!!

E de novo veio a minha cabeça a necessidade de acelerar a obra, de tocar restaurações em paralelo, do contrário serei um ancião quando terminar o último carro !!! Tô fora ... eu quero mais é curtir !!!

Estudo parcerias, patrocínios, escambos para terminar as restaurações .... Tô fazendo qualquer negócio ... :)

Bom, mas hoje voltei para São Paulo, não sem antes dar uma passada no Museu para ver o último filho adotado: um Charger R/T 73 vermelho nascente !

Os Charger R/T 73 tinham 3 tons de vermelho disponíveis:

a) Vermelho Tudor - R3 - clarinho, sólido, praticamente um laranja ... Raro ...

b) Vermelho Índio - R4 - médio, sólido, o mais comum

c) Vermelho Nascente - R5 - escuro, metálico, praticamente um vinho, raro ...

Esse nosso novo filho veio de Coqueiral - MG e foi indicado pelo amigo Rogério Astur, mecânico de dentes em Guaranésia - MG ...

O carro é muito inteiro, nunca desmontado, sem podres, com as 5 rodas Magnum de fábrica ... Tomou um banho de tinta num tom um pouco fora, mas as entradas de porta e parte interna da tampa do porta malas tem pintura ainda de fábrica !

Me faltam:

a. Par de bancos dianteiros cabeçudos (está com um par de bancos GM, Opala ou Chevette, sei lá ...)

b. console (está com um console de mercado paralelo, feio para carai ...)

c. Flautas do Capô (só lembrando que as do 73 são diferentes, plásticas e sem a base)

As grades quadriculadas estão no porta malas ...

Gostei muito do carro, que agora espera uma vaga na oficina para zerar !!!




Bem alinhado, com as 5 magnum de fábrica ...

Chapão da traseira colocado de ponta cabeça .... :)

Plaqueta zerada, nunca saiu do lugar !!!

Até os restos mortais do selinho da concessionária CAPI ... Varginha - MG

Bacana, não ? Imagino ele pronto, com as faixas, rodas pintadas ... hmmm ....


Quem também estava no Museu foi o nosso Plymouth Super Coupe, um F-body super especial, raro até em 1978 pois apenas 494 unidades foram produzidas, todas vinho com o terço superior em preto fosco e adesivos vermelho-amarelo-laranja separando as partes ... O carro vinha de série com rodas tala 8 polegadas, pneus largos, alargadores nos paralamas e motor 360 !

Essa unidade tem apenas 545 milhas rodadas, apesar de ser 1978 foi comprada 0km apenas em 1980 e praticamente nunca usado ....

Está ao lado do nosso Duster 1979, basicamente o mesmo carro, mas com um acabamento esportivo mais discreto e motor 225 Super Six ...

Esporte ou Esporte fino ?

Bom, esse certamente foi o último gringo a entrar no Museu, pelo menos até que o IPI volte para 25% ... Com 55% não dá mesmo, dona Dil-má !

Na parte externa do Museu, mais uma imagem curiosa ... Um autêntico ferro velho 1978 ... Um Polara 78 vermelho verona e um R/T 78 originalmente bege indiano, lado a lado, aguardando o dia da restauração ... Que no caso específico desses dois, vai demorar bastante ....

O Dodginho tem uma história curiosa ... Comprei este Polara há anos atrás ... Veio de Presidente Prudente e era do primeiro dono, ou de alguém que tinha acabado de comprar do primeiro dono ... O carro tinha bastante pintura de fábrica, bem bacana ... Mas para restauração total ... Comprei e guardei ...

Há algum tempo atrás um amigo demonstrou interesse no carrinho .. E eu DEI o carro para ele de presente !! Isso mesmo !! Se eu vou levar tanto tempo para restaurar, melhor dar para alguém que vai fazer já !!!

Mas Dodginho é um carro tão zicado (não levem a mal, eu gosto deles !!!!) que meses depois o amigo .... me DEVOLVE o carro ... Nem dando vc se livra de Dodginho para restaurar hoje em dia ....

E eu entendi o raciocínio dele ... Pelo que se iria gastar na restauração do carrinho, se compra um bom, de pé, andando, original ....

Peguei o cadáver do Paganini de volta e agora é questão de honra: vou restaurar o bicho !! Só não sei quando será a vez dele .....  

Ferro velho 1978 ... kkkkk

Ao lado dos 1978, um outro carro muito especial .... O Dart Coupé 1970, modelo 1971, vermelho Etrusco que era do Laércio funileiro, e que eu comprei dele dia antes de ele se suicidar, quitando as pendências de aluguel da oficina dele ...

Vou restaurar este carro em homenagem a ele, que sempre quis fazer o carro, mas não conseguiu ....


Que lateral lisa ....


Chegando em São Paulo, um pit stop rápido na oficina de restauração ...
O R/T 71 está na fase final dos trabalhos ... Voltou para a oficina para refazer alguns pequenos defeitos encontrados no carro, que jáestá com a mecânica e parte elétrica zeradas ...

Acho que em 15 dias ele vai estar rodando de novo ...


Bom, por hora é isso ... Abração a todos !!

Badolato

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Feliz 2012 !!

Caros,

Em primeiro lugar os meus mais sinceros votos de um grande 2012, que os nossos desejos mais insanos se realizem !!!! E principalmente que continuemos tendo desejos insanos !!!!

Depois de um Dezembro meio conturbado, passado o Natal foi hora de buscar a família no interior e descer para a praia ...

Dia 26 de Dezembro, uma segunda feira, 400 km para fazer ...Nada melhor do que por o Challenger na estrada e despejar potência ... Despejar potência ???? No puta trânsito que pegamos na Tamoios inteira ???? A pé daria na mesma ..... 9 horas de viagem .... PQP !!!!!!!

Meu filho é que deu um show de paciência e quase não reclamou ... Comeu meio pacote de biscoito de polvilho e ficou na dele ...

Uma semaninha de praia, usando o Challenger com cuidado mas sem frescura ... Baldinho de praia, cadeiras e guarda sol no porta malas ...


Challenger curtindo o sol do litoral norte ...

Na viagem de volta o Challenger completou 11.000 milhas (17.600 km) sem um único defeito !!! Me lembro dos carros nacionais que tive 0km e que nos primeiros meses era um festival de defeitos ... Vidro elétrico parava de funcionar, limpador de parabrisas queimava um fusível atrás do outro, etc ...

Para quem tem um pé atrás com relação à qualidade dos carros americanos, pode rever os conceitos !!


11,000 milhas ...


Chegando em São Paulo, hoje na hora do almoço, nem para casa fui ... Parei direto no Dry Wash do Shopping Vila Lobos ... É impressionante como eles deixam o carro zero lá ... É caro, mas fica zero de novo, não tem preço ... Fiz a lavagem com aplicação manual de cera de carnaúba ... Duzentos e tantos pilas, mas parecia que eu estava tirando o carro novo da concessionária ... E nem sinal de areia, biscoito de polvilho, nada ... Vale o gasto ... No Shopping Eldorado também tem, mas no Shopping Vila Lobos o atendimento é muito melhor !

Novo de novo ...


Já que é para indicar bons serviços, aqui vai mais uma indicação ... Cheguei em casa hoje e um pacote me aguardava .. Era o painel do Charger LS 73 voltando do instituto de beleza do Fabio Jonas ...

O painel ficou lindo demais ... O que mais me impressionou não foi nem a cromeação nem o acabamento de
madeira que o FJonas fez, mas o trato e a limpeza que ele deu nos instrumentos ... Parece um painel zero. Serviço caro, mas que vale a pena ....Vou aproveitar a caixa que ele me mandou o painel para já mandar outro para ele .... Parabéns ao FJonas por este trabalho !!! Ficou demais ....
 
Painel zerado pelo Fabio Jonas ...

... cromeação e acabamento perfeitos ...

... mas o melhor foi o estado de zero que ele deixou os instrumentos !!!

E por falar em Charger LS 73, os parachoques dele que foram irresponsavelmente perdidos pela Multi Elos não foram encontrados e até essa data não me entregaram outros parachoques para que eu aprovasse a cromeação ... Impressionante o descaso ... Se eu fosse dono da Multi Elos teria pessoalmente me envolvido, ido atrás de outros parachoques, resolvido o problema ... Eu sequer uma ligação recebi e nas diversas vezes que liguei nunca consegui falar, sendo sempre encaminhado para um encarregado que não resolve nada ... Cuidado !!!

Cadê meus parachoques ????

Abraços,

Badolato