Siga por e-mail

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Update de restaurações, de construção e a arrumação no Museu ....

Caros,

Faz mais de um mês que não atualizo o blog. Tenho trabalhado que nem um maluco nas últimas semanas. Não tenho tido tempo para praticamente nada ...

Porém várias coisas estão andando no Museu ....

Agradeço a puxada de orelha que vários leitores do blog me deram nos últimos dias, pela demora para um novo post ... Saber que tem alguém esperando por novidades dodgísticas é o maior incentivo para escrever ... Então lá vai ....

1) Charger R/T 1973 vermelho índio.

Na fase final mesmo de montagem. Agradeço ao meu amigo Alfonso por ter trazido os Poliglass de BH para SP ! Valeu mesmo !!!









2) Charger R/T 1980 prata tibet


O R/T 80 totalmente desconhecido, encontrado pelo Dr Gugu numa fazenda em Irapuã, já está devidamente pintado e pronto para começar a ser montado !





3) Caminhão D700 1977 Bombeiro

O nosso D700 bombeiro foi totalmente removido e as pequenas funilarias necessárias foram feitas. Olhem por baixo da tinta vermelha queimada pelo sol de Castilho-SP, que caminhão virgem nõs encontramos !

Enquanto é preparado para a pintura, o motor já veio da retífica e será montado em paralelo.





4) Dodge SE 1974 amarelo cítrico


O SE 74 amarelo passou por um processo de melhorias. Ganhou tinta onde estava com a chapa exposta, teve os parachoques cromados, as lanternas restauradas, recebeu os emblemas que faltavam, pneus novos .... Tudo para melhorar o visual do carro preservando a originalidade, as faixas originais de fábrica, etc ...

Não ficou muito bonito, mas pelo menos está preservado e, se um dia assim decidir, uma restauração dele será basicamente uma desmontagem, remoção, pintura e montagem ... Vamos ver o que o futuro reserva para este SE !!








5) Expansão do Museu

O galpão auxiliar do Museu subiu rapidamente e já está entrando na fase de acabamento. É um galpão menos que vai ajudar a guardar os carros que estão ficando pronto ao término das restaurações.

É a obra mais importante no Museu, desde que o galpão principal ficou pronto no segundo semestre de 2009.

Um agradecimento especial à minha esposa Luciana, que, além do projeto, está administrando a obra.







6) Arrumação geral no feriado


No feriado do dia 20 de novembro, aproveitei para fazer uma grande arrumação nos carros. Com a ajuda do Paulo, Ricardo, Rafael, Thiago, Matheus e Pereira, funcionamos e movimentamos boa parte dos carros. Os carros foram funcionados, levados para fora. Vários foram lavados e depois ficaram no sol escaldante que fez naquele dia. Foram 10 horas de trabalho de manobra, lavagens, remanejamentos, abastecimentos, troca de baterias. Ainda deu para dar umas voltas em alguns carros. E ainda sobrou tempo para algumas fotos que compartilho abaixo:

Charger R/T 71 vermelho xavante

Charger R/T 71 xavante e Plymouth SuperCoupe ao fundo

Hora da meninada funcionar ....

SE 74 e Hang Ten 74 ...

Plymouth SuperCoupe e Dodge Hang Ten

Exóticos, raros e survivors ....

Charger R/T vermelho xavante ... 71 ou 72 ???

Na mesma cor a comparação é mais justa .....

A briga é boa, mas eu prefiro o 1971 

De costas .....

Boreais no corredor ....

Plymouth Valiant 74 "azul calcinha"

Parada para o almoço a uns 20 km do Museu ... Fomos em 2 Plymouths ...

Plymouth de playboy e Plymouth da vovó !

Plymouths também almoçam ... Cantor Fabiano pára para ver os carros ...

D100 1979 tomando um sol ...


7) Dodge A100 1966

A A100 1966 estã praticamente pronta. Teve que fazer um passeio de guincho até a oficna que fez o câmbio dela para ajustes ... Mas semana que vem deve voltar à ativa ! É ou não é uma coisa querida ??? Por mais esquisita que seja ....





Bom, é isso ... Um post cheio de fotos com atualização de praticamente tudo que tem sido feito !!!

Abraços,

Badolato










Novo Site da Otto7 Editora

Caros,

Por favor deem uma conferida no novo site da Otto7 Editora:

www.otto7.com.br

Abraços,

Badolato

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Valiant Charger E49 - O monstro australiano

Caros,

Sempre procurando pelos mais curiosos representantes do Universo Mopar, acabei adquirindo o Valiant VG 1970 que mostrei há alguns posts atrás ....

Fiz até um vídeo do carro:

http://www.youtube.com/watch?v=iQZQadSPUHE

Tanto no vídeo como no post eu falo do Valiant Charger E49, carro equipado com uma versão do Hemi-6 que saia de fábrica com 302 hp e fazia o quarto de milha em 14.4 segundos, deixando para trás muito big block americano da época ...

Várias pessoas me questionaram sobre este Charger ... Queria saber se era a mesma carroceria do americano, ou se era uma versão do Dart como no Brasil ...

Vamos a ele então:

Valiant Charger E49 1972

O carro é um A-body, como o Valiant VG, mas com uma traseira meio fast back ... Os australianos fizeram com o Valiant VG o mesmo que os americanos fizeram com o Plymouth Duster e Dodge Demon, mas no estilo deles ....

Ao que pese ainda estranhar os faróis quadrados, o carro é lindo !

Mas mais bonito ainda é ele com o capô aberto:

O Hemi-6 na versão 265 6bbl - 302 hp de fábrica

O carro era rápido, ainda é hoje, imagine na época: 0-60 mph em 6.1 segundos e quarto de milha em 14.4. Ah, e mecânico, 4 marchas ....


Se animou ?? Mas não se anime muito não ... Esse carro foi para o Brisbane Summer Auction em 2008 e o valor esperado era em torno de US$ 250.000 !!!! Há 5 anos atrás ....

Abraços,

Badolato



ChargerR/T 80 prata tibet

Caros,

No post de ontem coloquei as fotos do R/T 80 prata tibet prestes a ser pintado. E foi pintado hoje. Seguem as fotos:






Mais um sendo salvo ! Só para lembrar este carros estava em processo de personalização, ia virar sabe-se lá o que ... Encontrado pelo Gugu e agora sendo salvo por nós !

Abraços,

Badolato

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Ampliação do Museu e Atualização de Restaurações

Caros,


Como já disse aqui algumas vezes, e individualmente para um bom número de pessoas que mandaram e-mail para tentar agendar uma visita ao Museu, estamos em processo de ampliação.

O galpão que abrigava a coleção ficou pequeno e se fez necessário partir para uma nova construção. Por conta de limitações orçamentárias, optei por fazer um segundo galpão menor, que abrigará os carros estrangeiros, a princípio, enquanto o galpão principal abrigará a coleção Chrysler do Brasil.

Discuti muito com minha esposa sobre o estilo deste segundo galpão. Não queria fazer uma réplica diminuída do primeiro galpão, mas precisava ser algo que "conversasse" com o antigo. Optei por fazer um galpão inspirado em uma velha fábrica da Móoca, do Matarazzo ... Interessante é que anos atrás eu passei nesta rua da Mooca (raramente ando por aqueles lados) e quando vi a fachada desta fábrica fotografei para um dia servir de inspiração para um galpão. Anos depois acabei usando !



Na verdade puxamos alguns elementos daquela construção, o formato das janelas, as faixas, alguns acabamentos ... E minha esposa veio então com esse projeto, mesclando tijolos à vista com partes rebocadas e pintadas:



A obra está bem adiantada e acredito que fique pronta no primeiro trimestre de 2014. Vai dar um bom alívio em termos de espaço e de organização.


Ao mesmo tempo que erqguemos o segundo galpão, estamos fazendo uma cozinha e um espaço para eventos, com banheiros e infra estrutura para receber visitantes. A idéia é que o visitante possa passar um dia no museu, almoçar por lá e curtir os carros sem pressa.

A cozinha e espaço tem o formato de uma antiga estação de trem, tão comum nesta região do interior do estado de São Paulo.


São muitas idéias mas muita restrição de tempo e recursos para executá-las. Vamos, portanto, fazendo as melhorias aos poucos. O importante é sempre estar evoluindo.

Também está nos planos um galpão dividido em módulos individuais, para disponibilizar para que colecionadores aluguem um módulo e guardem parte de sua coleção. Mas isso é assunto para um outro post.  




Atualização das Restaurações

1) SE 74 amarelo enxofre cítrico

Nesse caso não podemos nem falar em restauração. Foi feito um serviço de preservação num carro que chegou extremamente original, mas extremamente triste e sujo ....


Incialmente passou por uma profunda limpeza. Foi levado ao posto, onde foi lavado várias vezes, até que essa terra vermelha típica do oeste do Paraná saísse.

Do porta malas saiu um enorme ninho de pequeninas aranhas vermelhas ... Assustador ...

Depois de muita limpeza, uma sujeira de tinta nas partes onde a lata já estava exposta, de forma a proteger a chapa e melhorar o visual.

Funilaria mesmo foi no assoalho do porta malas e nos pés das laterais traseira, perto do olho-de-gato, onde já haviam feito um serviço porco no passado.


Lanternas restauradas 

Faixa original de fábrica preservada

Outro visual, não ???

Os parachoques foram cromados e a mecânica revisada

O famoso folder da linha 74 com um SE amarelo cítrico

O resultado foi um carro muito original, bem apresentável. Pode ficar assim para sempre ou, no futuro, ser simplemente desmontado, ter a pintura removida, repintado e remontado para a perfeição. Por hora, por conta de prioridades e até pela incerteza entre mantê-lo o mais original ou o mais perfeito, vai ficar assim !

2) Charger R/T 73 vermelho índio

Esse carro está com a montagem encantada !!! Se não me engano já deve fazer 1 ano que está pintado e em montagem e, como diria o personagem de Reginaldo Faria no filme 'Roberto Carlos a 300 km/h', "Esse R/T não fica pronto nunca ???" ....

É mais ou menos isso, mas esta semana foi colocado o vinil, uma etapa a mais concluída !

Charger R/T 73 vermelho índio


3) Charger R/T 80 prata tibet

Enquanto isso o Charger R/T 80 que está nos Orlandini está pronto para pintura, que deve acontecer em 24-48 horas ....

Cena insólita: um R/T 80 no primeiro plano, um R/T 73 vermelho nascente no meio e um D700 bombeiro no fundo !

Lateral pronta para levar tinta !

Não vejo a hora de tirar estas rodas pavorosas


Mais uma cena bonita: o primeiro R/T olhando o último ....

Bom, por hora é isso !

Abraços,

Badolato