Siga por e-mail

sábado, 10 de abril de 2010

Charger R/T 72 da ULBRA !!!

Caros colegas,

Todos sabem da triste e lastimável situação do Museu da Ulbra ... O que aconteceu lá é um ABSURDO e uma burrice letárgica do governo do Rio Grande do Sul, da prefeitura de Canoas, do Ministério da Cultura ou Ministério de uma besteira qualquer ...

Se o dono estava quebrando, sonegou impostos, sei lá, o poder público tinha uma oportunidade única de, legitimamente se apropriar do acervo e mantê-lo vivo e em visitação ...

Nunca haverá nada como o que foi o Museu da Ulbra no Brasil, pelo menos nas próximas décadas ...

Um dos maiores museus de automóveis do mundo tem uma história muito parecida, mas com final feliz ...

O Museu Nacional do Automóvel da França, a Schulumpf Collection, era uma coleção particular de um industrial da região que foi acumulando carros em sua coleção ... Até que ele quebrou, e os empregados enfurecidos se apoderaram da coleção, chegando a queimar um Bugatti (ou algo do gênero) para pressionar ...

O que o governo francês fez ? Um leilão estapafúrdio como foi (e está sendo) o da Ulbra, desfazendo uma importante coleção ? Não ... Nacionalizou a coleção que hoje é uma das mais importantes do mundo, atrai milhares de visitantes todos os anos e é auto sustentável ... De Gaule tinha razão ...

Vejam a história em :

http://www.collection-schlumpf.com

Bom, mas vamos ao que importa neste espaço ... Os carros da Ulbra estão sendo vendidos e, na minha opinião e para o meu gosto, o item mais valioso daquela coleção era o Dodge Charger R/T 72 cinza fênix ...

Não sei quem comprou, mas transmito os parabéns ao novo proprietário e meus votos de que ele mantenha a originalidade deste carro tão raro ... Seria péssimo vê-lo daqui a alguns meses com rodas aro 15 e quadrijet Holley com carnavalescos cabos de vela amarelos ....

Recebi ontem, de um desconhecido, as fotos do carro já com o novo dono ... O carro é simplesmente ESPETACULAR, lindo e maravilhoso !

Curtam !

Abração,

Badolato






8 comentários:

  1. Badolato,
    Carro exuberante, espetacular lindo maravilhoso!
    Ta cada dia mais dificil de se ver um charger 71-72, pois eram para ser os mais faceis de se achar (3520 unidades charger e charger R/T ate 72)
    Se nao fosse a crise do petroleo...

    Abracos do
    Trickydodge

    ResponderExcluir
  2. Badolato,

    Concordo contigo a respeito do museu, mas discordo em relação ao carro, rsrsrsrsrs !!!
    Estive vendo o mesmo de perto, e infelizmente esse Chargr sofreu bastante o mau uso dos anos 80, levando uma forte batida frontal...Foi refeito (o serviço foi bem executado), mas tem marcas visíveis do abuso, pra quem conhece...Seu novo dono terá de gastar um pouco para retorná-lo ao seu estado original, mas isso é o que menos importa, pois esse carro foi vendido a um advogado por 28 mil reais, e o mesmo o repassou ao seu atual dono por 40 mil, o que mostra que a coleção está rendendo (ótimos) lucros a quem se dispuser a negociar...Uma lástima, do ponto de vista de quem coleciona raridades...
    Na minha opinião o carro mais raro é um certo Dodge Dart 79 (rsrsrsrs, brincadeirinha...), na real o Dodge Charger R/T 1975 vermelho se destacou por ter baixíssima quilometragem e não ter nenhum tipo de restauro, assim como o Magnum 79 branco, e ambos ficaram expostos no salão principal...O R/T 72 nunca chegou a figurar nas exposições justamente por ter problemas de alinhamento bem visíveis...Mas é um raro R/T 72 cinza fênix, e o Lincoln está refazendo o dele que, apesar de bem podre atualmente, não foi tão judiado como esse carro...
    Moparbraço, meu amigo !!!!

    ResponderExcluir
  3. So um detalhe galera, essa grade não seria de 71 ?

    Abraço

    Edu

    ResponderExcluir
  4. tem razao, edu!
    essa grade e da linha 1971 charger/RT, a do 72 era pra ser preta com o logo charger aprofundado no meio

    ResponderExcluir
  5. O governo não se interessou pelo museu talvez por que muitos diriam: - Pra que gastar com esse monte de carros velhos, não passam de sucatas.
    Acredito que muitos aqui já ouviram isso e eu inclusive já arrumei muitos desafetos por gostar e ter tido um automóvel antigo. Mas essa é a nossa cultura, infelizmente.
    Quanto ao R/T 72 é indiscutível sua raridade e importância na indústria automobilística nacional e prezo muito a originalidade, assim como admiro e muito o trabalho do Badolato, um exemplo a ser seguido. Alexandre, não me leve a mal, mas é preferível ver um R/T, qualquer um, com rodas 15 (magnum é claro) e um carburador quadrijet, do que vê-lo pintado com uma cor berrante, cheio de faixas e bandeiras, scoop, blower, bi-turbo, frente de qualquer R/T posterior, motor 6cilc, lanternas redondas e outras bizzarrices sobre rodas que costumo ver e o pior é a cara de contentamento do digníssimo proprietário pelo bólido digno do desenho "A Corrida Maluca".
    PS - Até o Professor Aéreo iria se assustar.

    Abraços a todos.

    ResponderExcluir
  6. Este carro era meu, vendi ele para um conhecido em 1999 por 6 mil reais. E este vendeu pra ulbra por 9 mil.
    Se arrependimento matasse....

    ResponderExcluir