Siga por e-mail

domingo, 16 de setembro de 2012

Gasolina estragada, Plymouth x Pontiac & 2 R/Ts vão, 1 R/T vem ...

Caros,

Carro tem que andar ....

Carro quanto mais anda, melhor fica ... Vejo o exemplo do meu Road Runner 70. Como ele fica aqui em casa, estou sempre dando uma saída com ele. Resultado ... está sempre redondo. Bate na chave e pega ... e pode por na estrada.

Já os carros do Museu não andam tanto quanto eu gostaria. A cada 15 dias eu vou lá funcionar um número de carros, andar com eles, deixar funcionando no sol queimando gasolina velha e quando possível ir até um posto Petrobrás há uns 20 km de lá, abastecer com Podium.

O legal da Podium para antigos é que ela dura muito no tanque, não estraga tão rápido quanto a gasolina comum. Então é por este motivo que uso ela ... Não pela maior octanagem, pois com a taxa de compressão usada nos Dodges nacionais não faz diferença ...

Mas, há uns 2 meses atrás, fui para o Museu para fazer uma grande movimentação de carros por conta de uma matéria para uma revista.

Quando vou fazer estas movimentações, sempre levo gente para ajudar ... é um tal de tira bateria, põe bateria, funciona, tira, põe .... E nesta vez em particular pedi para uma pessoa buscar gasolina no posto Petrobras. A pessoa provavelmente entendeu errado e foi num posto mais perto, de nome parecido ... Só me dei conta quando já tínhamos abastecido 4 carros com a tal gasolina. O pior foi quando a gasolina pingou no chão, e imediatamente manchou a resina de forma irrecuperável, prova do tanto de solvente que ela continha.

Vocês podem imaginar a minha alegria ...

Pior foi que, dos 4 carros abastecidos, 3 foram avariados pela gasolina nojenta ... O pior é que é um posto muito movimentado, na rodovia, que centenas de pessoas abastecem todos os dias .....

O resultado é que das duas últimas vezes que fui para o Museu, ao invés de funcionar carros que estava há algum tempo parados, tive que gastar tempo arrumando o estrago da gasolina nojenta: drenando tanque, trocando bomba de combustível, reparo de carburador ...

Sexta feira última fomos para lá com uma bomba de gasolina nova para a GTX 69 bronze e levamos de volta um carburador que tinha vindo para ser reparado ....

Minha vontade era de denunciar o posto, mas não tenho um único comprovante da compra, já se passou um bom tempo e nem sequer fui eu quem fiz a compra pessoalmente ... Complicado ....

Bom, mas na sexta-feira ainda deu tempo de funcionar o Plymouth Super Coupé 78 e um estranho no ninho que está contingencialmente guardado no Museu, um Pontiac Turbo Trans Am 81 ...

Os dois carros são belos representantes dos esportivos americanos do final dos anos 70 ... Pouca coisa havia sobrado de interessante, e esses dois carros são, na minha opinião, o que havia de mais interessante na época,

O Super Coupé era um F-Body de produção super limitada, apenas 494 Plymouth Super Coupé foram produzidos, exclusivamente em 1978 ... Ele vinha de fábrica com um 360 4-V, bancos separados, câmbio automático no console, rodas tala 8 polegadas, paralamas alargados.

A Turbo Trans Am só foi disponibilizada em 1980 e 1981. Vinha com um V8 301 turbo, turbina Harrison. Em 1981 a GM estava em plena política de reduzir custos com os motores corporativos e mandou a Pontiac para com o 301, deixando o modorrento Chevrolet 305 como única opção de V8 para a linha 1982 ...

1978 Plymouth Super Coupé X 1981 Pontiac Turbo Trans Am


Tinha tempo de ir até o posto Petrobrás uma vez, e resolvi ir com os 2 carros, eu com um e o Paulo que me ajuda com a mecânica dos carros em outro. Já fazia tempo que eu queria dar uma experimentada nos dois juntos para sentir qual era mais forte: o 360 4V ou o 301 Turbo ? Brincadeira divertida para uma sexta feira.     

Na ida fui com o Super Coupé ... Entrei no asfalto e tive uma surpresa boa ... Acostumado com o Duster 79 que tem o motor Super Six 225, quando o segundo estágio do quadrijet abriu eu dei um sorriso ... Bom ... Volante leve, preciso ... O carro tem apenas 560 milhas ! Nunca foi usado. Pneus de fábrica. A idéia é dar uma experimentada, mas sem abusar.




Alguns kilometros na vicinal, aquelas duas máquinas cor de vinho chamaram demais a atenção. Quando entrei na rodovia mesmo, rapidamente o velocímetro acabou. Pudera, o bicho marca apenas até 85 MPH ... Coisas da época de vacas magras, entre a primeira e segunda crise do petróleo no caso do Plymouth e após as duas, no caso da Pontiac ...

Chegamos no posto, abasteci o Plymouth com Podium. O Pontiac tinha sido abastecido recentemente. 



Trocamos de carro. Eu peguei o Pontiac e deixei o Plymouth para o Paulo. A primeira grande diferença é a posição de sentar, mais baixa no Pontiac. O volante também é leve e preciso, como o do Plymouth também pequeno ... 



A maior diferença está no comportamento do motor turbo. Quando atinge determinada rotação, de pé embaixo, o carro dá um soco ... Ás vezes coincide com a troca de marchas do câmbio automático e o soco é ainda maior ....

Qual anda mais ? Tanto na ida quanto na volta, ou seja, com ambos os "pilotos", o Pontiac levou uma certa vantagem.

Quando eu estava com o Plymouth e entrei na rodovia, sentia o Pontiac chegando pelo retrovisor, mesmo com o pé embaixo ... Quando troquei de carro, sentia o Plymouth ficando para trás, principalmente nas subidas ...

Muito legal, muito divertido ... Mas era hora de voltar para São Paulo ... Fim de brincadeira ...



Dois R/Ts vão, um R/T vem ...

Não atualizei o blog por algumas semanas por total falta de novidades relacionadas às restaurações ... Tem hora que não acontece muita coisa, dá até um desespero de se pensar nos carros que ainda tenho por restaurar e no tempo que leva cada restauração.

No último (ou penúltimo) post, disse que venderia dois carros para liberar espaço. E nos últimos dias acabei me desfazendo de 2 Charger R/T: um R/T 73 e um R/T 78 ....

O R/T 73 que vai embora é o vermelho nascente. Carro espetacular, todo original, pouquíssimo mexido. E por que eu vendi então ? Porque estou finalizando a restauração do R/T 73 vermelho índio e ele está ficando tão lindo, mas tão lindo, que não faz tanto sentido ficar com o outro vermelho.


O R/T 78 é um carro que merece restauração. Todo matching numbers, placa do ano, plaqueta nunca saiu do lugar ... Teve o azar de ter a cor bege indiano sobreposta por um horroroso laranja General Lee ... Um pouco antes de vendê-lo, consegui um teto de vinil original de época, lindo e maravilhoso ... Vai ficar perfeito.



Ambos os carros vão ficar lindos e zero. Acertei com os respectivos compradores dos carros e vou fazer a restauração dos carros para eles. 

Bom, como diz a tal Lei da Atração, que segundo meu amigo Jafet, quando você se desfaz de algo abre espaço para atrair outra coisa.

E eis que, graças a dois grandes amigos meus, um carro espetacular acabou caindo nas minhas mãos ontem ... Darei detalhes mais para a frente, por hora fica a foto, que vale mais do que mil palavras ....


Abraços,

Badolato







24 comentários:

  1. Uau!!!! Mais um R/T 71??? Badolato, você já deve estar com quase metade da frota sobrevivente desse modelo... Coisa de louco mesmo!

    Aproveitando o gancho: um amigo acaba de comprar um R/T 77 e pretende restaurá-lo. O carro é bastante íntegro, porém era branco com interior/vinil preto, mas está pintado todo de preto, sem vinil...
    A pergunta seria: você sabe exatamente qual a cor BRANCA do modelo 77??
    Acho que essa só você pode responder com certeza! O cara é bastante meticuloso e pretende fazer uma restauração criteriosa!

    Abraços, André!

    ResponderExcluir
  2. Badolato, esse novo RT 71 seria o do professor de campinas?

    ResponderExcluir
  3. Muito lindo o RT 71. Parabéns por mais uma aquisição.
    Abraços

    Irivam Jr

    ResponderExcluir
  4. Parabéns Badolato, outro R/T 71! Que bom ver essas raridades caindo nas mãos certas.

    Abração.

    Reinaldo
    http://reiv8.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rei,

      Agora estou com um problema: os R/Ts 71 desempataram dos R/Ts 72 ... Acho qu efoi por causa de um R/T 72 branco que eu vendi ... :)

      E agora ??? kkkk

      Abraços

      Excluir
    2. Agora é tarde, quando o Branco Polar ficar pronto (algum dia ficará) irá ao Museu, mas só a passeio, rsrs.

      Como não tenho juízo, já começo a pensar em um R/T bicudo para completar ao menos as três fases dos R/Ts...

      Abração.

      Reinaldo
      http://reiv8.blogspot.com

      Excluir
  5. E ai badola, beleza?
    O posto de gasolina ruim eu ja até imagino qual seja né? aquele amplo na estrada da rodoviaria de mogi né? O posto onde você põe podium é o no trevo do guaçu antes da international paper?
    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Dito a nossa inútil gasolina comum como uma verdadeira anedota portuguesa, pois a conta matemática é mais do que óbvia. Sai mais caro consertar o carro do que pagar pela diferença de preço no posto de gasolina.
    Bela aquisição RT71, mas sinto falta de um 68-69 na sua coleção...pode pareçer nos dias de hoje um clichê, mas para ser bem honesto, eu abriria mão de alguns nacionais por um modelo deste ano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sergio,

      O meu negócio são os nacionais mesmo, que eu adoro !!

      O representante dos B-body americanos desta safra maravilhosa de 68-70 é o meu RoadRunner 70 ...

      Com o IPI de 55% ficou inviável ...

      De qualquer forma eu acho os Charger 68 um dos carros mais bonito sdo mundo de todos os tempos ...

      Quem sabe bem lá na frente ...

      Abração !!

      Excluir
  7. badolato, esse trans am 81 é simplesmente maravilhoso. Interessante saber que houve uma versão turbo. teria como postar mais fotos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fefes,

      Fica meio OFF Topic por as fotos da Trans Am neste recanto Mopariano .... :)

      Mas me manda um e-mail que eu te mando as fotos ..

      Abraços,

      Badolato

      Excluir
  8. Cara, vc não para de tirar carro da manga não?!?!?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só falta eu aparecer no Ídolos ... kkkkk

      Abraços

      Excluir
  9. A Lei da atração é foda. Tem gente que fica pobre de tanto economizar!!!.Belo 71, esse tu tem que postar fotos bem login...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente ... Quanto mais a gente gasta mais o Universo ajuda a gente a ganhar ...

      Quem economiza trava a roda da abundância !!!

      Abração

      Excluir
  10. Badolato, O Plymouth Super Coupé e o Pontiac São de Tirar o Fôlego, Gostei muito da cor do Pontiac e uma Pergunta O Charger R/T 71 Vermelho Xavante é o da Usp de Medicina ???

    Abração !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ruann,

      Eu gosto de Dodge ... Almoço e janto Dodge ... kkkk

      Mas desde moleque tenho uma queda por estas Pontiacs ... A 81 é muito legal mesmo ... Eu entro dentro dela, com ela desligada mesmo e fico viajando ... Muito legal ...

      O 71 era de um Médico de Campinas, tem um adesivo USP Medicina atrás sim ...

      Abraços

      Excluir
  11. Olá Badolato! (desculpe ocupar o espaço aqui com estas dúvidas off-topic)

    Conversando com meu amigo (que citei no primeiro comentário, que comprou o R/T 77 branco valência), surgiu mais uma dúvida que só você pode responder com certeza: qual a cor azul correta (ou a mais próxima disponível no mercado) das rodas do R/T? precisamos de uma luz nesta questão...
    E ainda sobre o R/T: na plaqueta a cor é "LW2"; esta é mesmo o branco valência? e nas opções tem "DHM*V**"... suponho que o "DH" seja direção hidráulica, e o "V", vinil, correto? e o "M", o que é?

    Agradecido pela ajuda! e desculpe pelo incômodo, hehe

    ResponderExcluir
  12. Lindo o trans am turbo! Meu sonho! Vc comprou aqui ou importou? Nunca comentou nada deles aqui no blog....

    ResponderExcluir