Siga por e-mail

terça-feira, 26 de abril de 2011

Fotos de Jafet

Caros,

Jafet, quem diria, já foi um dos homens mais anti-tecnologia que o mundo já viu ... Uma vez ele ganhou um videocassete e devolveu, pois não gostava de coisas modernas ...

Ano passado me surpreendi com a surpresa total: Jafet havia comprado um computador e tinha e-mail !!!!!

Mas agora ele deu um passo a mais: comprou um scanner !!!! E começou a nos agraciar com as fotos abaixo:

Foto 1 - Estacionamento dos funcionários da Fiação Nice ... Lá no fundo um GTX vermelho !

Foto 2 - Mais fotos dos carros dos funcionários. Ao fundo um Dart Coupé 76 verde jade praticamente 0km. 

Foto 3 - Charger R/T 78 branco madagascar de Ibrahim Jafet, 0km, na Praça Coronel Pires, atrás do Shopping Iguatemi.

Jafet, queremos mais !!!!!!!!!!!!

Abraços colossais !!



segunda-feira, 25 de abril de 2011

Para quem está quase desistindo de ter um Charger R/T ...

Caros,

Recebi este e-mail neste final de semana e estou postando ele aqui na íntegra para trazer uma luz e esperança aos que sonham em ter um Charger R/T e estão quase desistindo, seja pela alta dos preços seja pela escassez de bons carros ....

Abraços,

Badolato


Caro Badolato,




Vc esta certo quando diz: "Primeiro procuramos os carros, depois os carros nos procura".

Realmente aconteceu comigo desta vez. Eu nem lembrava mais deste Charger RT 75 Castanho Corsa, da Av. Mirandópolis, Vila Pompéia em Campinas. Mês passado fui surpreendido por um telefonema do Sr. José Antonio, um dos filhos do falecido ex-proprietário, em que em suas anotações havia destacado meu telefone e interesse pelo carro:

"Alô é da casa do Renato?


Sim!


Avisa a ele que meu pai faleceu em 2009 e agora vamos vender o Dodge".

Bacana não?! Pois bem, acabou com minha tranquilidade naquela semana...caramba o carro vai ser vendido...to ferrado..$$$ cadê o dinheiro??? Rsrsrs.


O Sr. Alfredo (ex-proprietário) nunca deixou ninguém entrar na garagem, ele era bem sistemático e áspero, me deu várias "patadas" quando tocava a campainha: "NÃO ESTA A VENDA."


Agora por mais uma irônia do destino, de uma hora pra outra, o carro vem de "bandeja" na minha mão. A cada procura, a cada descoberta, sempre vem recheada de coincidêcias e fatos inusitados que nos enche e renova nossas forças para manter-se firme e adiante na trilha da "arqueologia dodgítica"!

Agora veja na íntegra todas as fotos deste encontro.

Grande Abraço

Att.

RENATO VIEIRA
 


















Challenger - 1.272 milhas

Caros,

De volta do feriado de Páscoa hoje ...

E foi um feriado para botar kilometragem, ou melhor, milhagem no Challenger ... Minha mulher quis ir para Araxá-MG, encontrar com a família dela.

Apesar de certo receio com as via de regra esburacadas estradas mineiras, decidi que iria de Challenger !

Na garagem de casa, ainda com 431 milhas

Saí relativamente cedo de casa, mas precisava passar no shopping para comprar um chocolatinho para minha esposa ... Poucas coisas perturbam mais do que estacionamento de shopping ... A imagem de obesas senhoras abrindo portas de SUV ao lado do nosso carro nunca sai da minha cabeça ... Cogitei ir com o 300M até o shopping, voltar para casa e peguei o Challenger, mas não queria perder tempo ... Fui com o Challenger mesmo ...

E aí dou uma dica para quem não que ver sua porta marcada pela porta de outro carro ... É muito simples e prático !!! Basta procurar no estacionamento uma Mercedes asa-de-gaivota (aquela que abre a porta para cima) e parar do lado !!!!!!!! Simples, não ? Foi o que eu fiz ...

Dica do dia: só pare ao lado de Mercedes asa-de-gaivota !!! (Na falta de uma pode parar do lado de um Lambo Countach também)



A minha programação era primeiro passar no Museu, afinal não ia lá há semanas, depois ir para casa da minha esposa ... No Museu matei a saudade dos meninos, dei uma voltinha de Swinger (não registrei pois o iPhone estava carregando)... E bati umas fotinhos no Challenger na sua futura casa, assim que completar 100.000 milhas !




Combinou, não ??

Dia seguinte seguimos para Araxá ... Colocar a cadeirinha do nenê no banco de trás do Challenger não é das tarefas mais simples ... Tem que jogar o banco totalmente para frente, reclinar tudo, soltar o cinto de segurança do suporte, achar a posição inclinada na qual a cadeirinha entra .... Daí tem que entrar atrás e com certa dose de contorcionismo passar o cinto pelas fivelas prendedoras ... Feito ...

O Challenger vai muito, mas muito bem mesmo na estrada ... Cruzando a divisa SP-MG a estrada vira mão simples e aí as ultrapassagens precisam ser feitas com mais cuidado e cálculo ... No caso do Challenger apenas mais cuidado ... Não precisa calcular nada ! Se vc vê um carro vindo do outro lado e precisa ultrapassar, é só ultrapassar ... Sempre sobra muito tempo ! É muito seguro viajar num muscle car !! 

Ficamos até domingo, voltamos para a casa da minha esposa e hoje pela manhã voltei sozinho para São Paulo ...

Difícil foi explicar para o guarda que eu confundo kilômetros com milhas ... kkkkk

Obviamente não calculei quantos km/l o carro faz ... Mas achei ele bem econômico ... Pelo menos parei apenas 2 vezes para abastecer .... Chutaria que ele faz pelo menos 10 km/l na estrada ... Andando bem ...


Voltando para São Paulo, parando para abastecer ... Sujinho mas lindo !

De volta para a garagem de casa, marcando 1.272 milhas, 841 milhas ou 1.345 km rodados !!!


Por enquanto estou muito muito satisfeito com o carro ... Para falar a verdade estou apaixonado por ele ... Para quem tem família realmente o Charger é uma melhor opção, pelo menos em termos de praticidade ... Mas o handling do Challenger é espetacular !!! Me encaixei como uma luva nele ...

Nenhum defeito até agora, tudo OK, tudo perfeito ....

Jumenta é a Chrysler que não importa esse carro oficialmente para o Brasil !!!

Abraços,

Badolato 



sábado, 16 de abril de 2011

Encerrando a minha coleção de Dodges ....

Caros,

Estou dando por encerrada a minha coleção de Dodges ...

Calma, não estou desistindo de nada não, tampouco não estou vendendo nada ...

Mas com a aquisição que fiz ontem estou dando por encerrada a procura de novos carros para o Museu ...

Consegui comprar o último Dodge raro que eu achava importante para o acervo do Museu, um SE 75 amarelo montego ....

A partir de agora eu não compro mais nada, apenas vou restaurar a fila de carros que aguardam a vez ... E olha que tenho alguns bons anos para completar esta obra ...


Obviamente que se alguém quiser doar um carro para o Museu, será aceito de muito bom grado ... Mas a partir de agora todos os esforços serão destinados para a restauração dos carros ...

A foto acima é ilustrativa, quando eu tiver mais fotos do SE coloco aqui, junto com a história dele ...

Foram muito anos de aperto comprando os carros do Museu e ao mesmo tempo os restaurando ... Agora espero dar uma respirada, focando apenas nas restaurações ...

Com esse SE 75 amarelo montego recém aparecido, são 5 os sobreviventes conhecidos: 3 amarelo montego e 2 branco valência ... Das 3 cores disponíveis para os SE 75, não existe nenhum vermelho dinastia conhecido ....

Abraços,

Badolato

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Quem visita o Blog do Museu ...

Caros,

Só a título de curiosidade, seguem as cidades que mais visitam o Blog do Museu, dados dos últimos 30 dias:


Estamos com cerca de 25.000 visitas por mês, sendo 14.000 no blog e 11.000 no site do Museu ...

Com o novo site acredito que devemos chegar a 30.000 visitas / mês ... Isso mostra a paixão que esse carro velho, que não é mais fabricado há 30 anos, ainda desperta nas pessoas ...

Tanta paixão que até esquecem de dar uma mão para o museu : hoje foram 997 páginas do blog visitas e sabem quantos anúncios do Google foram visitados ???? Zeeeeeeeero !!!!! Nenhum .... Pô, ajuda a gente a pelo menos pagar a hospedagem do site, dá uma visitadinha nos nossos gloriosos anunciantes ... kkkk


Abraços,

Badolato

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Wal Rod

Caros,

Quando a gente começa a restaurar um carro, quer sempre por o que há de melhor nele ... E se nos Dodges já é muito difícil encontrar peças de acabamento novas, o que dirá das duas GTX que estou restaurando ??

Uma delas, muito especial, é uma vermelho indianópolis que eu comprei no Capão Redondo de um senhor que tinha ela desde o início dos anos 70 ... Ele ficou quase 40 anos com o carro, foi seu carro de uso durante muito tempo, acumulou peças de reposição ... Mas depois ficou difícil colocar ela de volta para funcionar e, alguns anos depois, eu a comprei ...

Estou restaurando este carro com muito carinho ... O senhor chorou o dia que o carro foi embora, e vou fazer questão de voltar lá, para ele andar no carro zerado e ter certeza de que vendeu para a pessoa certa.



O GTX quando chegou na oficina

'
O interior, gasto mas original

Bom, mas a história de hoje não tem a ver com o carro, mas com o volante dele ...

No encontro de Águas de Lindóia de 2009 conheci o Waltinho, filho do Walter Rodrigues, o criador da WalRod ... (engraçado que tem gente que acha que WalRod é um nome americano, fala até com sotaque .. kkkk ) ...

Obviamente minha primeira pergunta foi se ele tinha alguma coisa de volante de Dodge ainda lá na fábrica, e ele me disse que nada, nem cheiro ... Mas me disse que tinha um miolo novo de volante de GTX ...

Opa ... Interessa ... Perguntei se ele não restauraria o volante da minha e ele me disse que não fazia mais este tipo de serviço, mas topou ...

Se passou um bom tempo, até me esqueci do volante, até que ele liga dizendo que o volante estava pronto. Pedi para o meu funcionário buscar ... Quando chegou em casa cai de costas:

O cara não só me entrega o volante ABSOLUTAMENTE ZERO, como dentro de uma caixa fechada da WalRod !!!!!

Acho que foi uma das coisas mais legais em todas as restaurações que fiz até hoje: o volante ser restaurado por quem o fabricou 40 anos antes ....


Essa história já tem mais de ano, mas estava fuçando umas fotos aqui e vi a do volante, daí resolvi escrever ... O carro ainda não está pronto, mas o volante está aqui na minha casa e pelo menos a cada 15 dias eu vou lá, tiro ele da caixa e passo bons minutos olhando para ele ...

Abraços,

Badolato 

Novo Site do Museu

Caros,

Coloquei o site do Museu do Dodge, se não me falha a memória, no início de 2005.

O site foi muito legal, recebi muitas fotos, consegui colocar uma porção de fotos bacanas lá ...

Só que o site envelheceu, usava Flash que hoje os Apple refugam e tinha um grande defeito: para mandar uma atualização eu tinha que criar um e-mail explicando exatamente o que eu queria que fosse feito ... Um processo chato e nada dinâmico... Com isso o site foi sendo cada vez menos atualizado e perdendo a atratividade ...

Foi aí que, há pouco mais de um ano atrás eu comecei este blog ... Para colocar rapidamente fotos, notícias, etc ... sem depender de ninguém ... E o blog foi um sucesso, rapidamente passou a ter mais visitas do que o próprio site do Museu ...

Mas o site do Museu era bom demais para ficar abandonado ... Aí, há alguns meses atrás eu e o Anibal (http://www.mywaypublicidade.com.br/) começamos a desenhar um novo site, mais moderno, em formato de portal e, o principal, com uma ferramenta de edição para que eu possa atualizar ele sozinho ...

O novo site acabou de entrar no ar, ainda com vários coisas para serem acertadas ...

As fotos de época vão ser sempre atualizadas, e agora as mais recentes aparecerão na frente ....

Mais para frente devemos ter uma loja com alguns produtos do Museu, afinal o negócio tem que ser auto sustentável ... Não aguento mais enfiar dinheiro nestas empreitadas ...

Estou atualizando várias sessões e outras serão criadas ...

Aguardo comentários e sugestões ...

Mas antes façam uma visitinha: http://www.museudodge.com/


Abraços,

Badolato

terça-feira, 12 de abril de 2011

Caminhão número 5000 !!!

Caros,

De vez em quando aparece uma foto de época legal ... E muito de vez em quando aparece uma foto MUITO legal ... Essa é MUITO MUITO legal !

Uma foto que o Marcel me mandou, que conseguiu com o Sr.Antonio que trabalhou na Chrysler de Santo André, mostra o Caminhão Dodge número 5000 saindo fresquinho do forno !!!!

Curtam aí !

Agradecimento ao sr. Antonio, Guilherme Bauer Fonseca e Mopar Clube Brasil

Abraços,

Badolato

Seguro para Carros Antigos - Sucesso !

Caros,

O seguro para carros antigos tem sido um sucesso. Apenas com a divulgação pelo Blog já fizemos várias apólices !

O custo/benefício é muito bom ... 4 parcelinhas de 150,00 para cobertura de R$ 100.000 de danos físicos contra terceiros, R$ 100.000 de danos pessoais a terceiros e um pacote de assistência que inclui 3 utilizações de guincho por ano, com até 300km por utilização !

E funciona ... No primeiro final de semana que os primeiros carros estavam cobertos, o Magnum de um amigão nosso deu uma pane num passeio norturno ... 333-PORTO e em 10 minutos estava a plataforma lá, aconchegando o Magnum e levando ele para o mecânico ... Era apenas a mangueira que tinha escapado na bomba de combustível, mas de noite, no escuro ... Mais fácil chamar o guincho ....

As fotso mostram o Magnum confortavelmente instalado, como um reizinho passeando pelas avenidas em cima de seu estandarte ... kkkk...

Façam o seu !

Abraços,

Badolato



Meu Challenger R/T Classic - parte 1

Caros,

Como coloquei em um post de alguns meses atrás, desde 1996 eu não comprava um carro 0km ... Por 2 motivos:

1) Falta de existir um carro 0km que me atraísse, num preço que dava para pagar

2) Pela enorme desvalorização que um carro 0km sofre nos primeiros anos ....


Em 2005 comprei um Chrysler 300M 1999 por R$ 45.000,00 .... Usei ele durante 6 anos, rodei uns 70.000 km com ele ... e hoje ele vale uns R$ 32.000 - 35.000 ... Ou seja, o carro desvalorizou em valor nominal apenas R$ 10.000 !

O excelente 300M na entrada do Museu

Lembro de uma história de um comandante da Transbrasil que no final de 1970 estava voltando para casa de ônibus quando passou em frente à Janda, concessionária Chrysler do centro de São Paulo, e viu um dos primeiros Dodge Charger nacionais ! Era uma Charger 71 verde minuano, ainda com plaqueta 1970 ... Ele desceu do ônibus imediatamente, se endividou até a orelha e voltou com o Dodge para casa ... Eu queria ter esta paixão por um carro novo, mas nada que foi vendido nos últimos anos teve este poder ...Só por curiosidade, este Charger 71 ainda existe, é perfeito, e tem as placas JKA-1971 ... Há alguns anos eu tive uma chance realk de comprá-lo, mas não deu certo ....

Quando os Chargers novos sairam eu achei que poderia ser "o carro" ... Vi os primeiros pessoalmente no Salão do Automóvel de Toronto de 2006 ... Gostei bastante ... Mas as 4 portas, o preço incomensurável que ele chegaria no Brasil, nunca me fizeram cogitar ter um deles ...


Salão do Automóvel de Toronto, em Fevereiro de 2006 ... Ainda levaria 5 anos para eu realizar o sonho de ter um Hemi moderno

Naquela época eu já estava bem acostumado com o 300M, excelente, e eu e meu irmão alugamos um Chrysler 300 novo quando fui visitá-lo no Canada ... Era um Chrysler 300 Touring, um 3.5 V6, mesmo motor do meu 300M ... Fiquei um pouco decepcionado ... Em termos de ergonometria e driving, o 300M era melhor do que o novo 300 V6 ... Rodamos mais de 2.500 km com o 300 ... (Nos EUA o novo 300 só é chamado 300C se for V8, senão é só 300 ... Aqui no Brasil é que vendem o V6 como 300C também).

Novamente não me entusiasmei em me endividar para ter um carro 0km ...

Quando os new Challenger saíram eu não dei tanta bola ... Os primeiros SRT-8 chegavam aqui por mais de R$ 300.000 ... Absolutamente inviável ...

Minha logísitica de vida é meio complicada, eu viajo toda a semana. E meu 300M deu algumas encheções, não por culpa dele mas por culpa de algumas besteiras feitas ... Por exemplo, numa situação eu fiquei na mão com ele pois a mangueira de combustivel quebrou ... Achei que fosse por estar ressacada pelo tempo ... Mas nada disso ... Ela havia sido trocada numa revisão e a borracha que foi colocada era vagabunda, estava quebrando ao invés de dobrar ....

Quando meu filho começou a viajar comigo, comecei a me preocupar de ter alguma pane ... Que graças a Deus nunca aconteceu ... Mas com o Chrysler virando os 150.000 km era hora de comprar um carro novo ...

Pensei em comprar um "people mover", um carro bem sem graça mas que me transportasse ... Até num Vectra sedan daqueles bem pé de boi de R$ 50.000 eu pensei ... Mas dava dó de gastar qualquer coisa num carro que eu não gostasse ...

Como tinha importado alguns carros antigos (como o Dart Sedan 67 da senhorinha do Zambia), comecei a olhar os carros americanos novamente ... Até que descobri que a Chrysler havia lançado o carro perfeito, pelo menos para mim: o Challenger R/T Classic ...

O Challenger R/T Classic é um Challenger 5.7 ultra nostalgico: tem as faixas do 1971, os emblemas manuscritos Challenger dos 1970-74, as rodas estilo "Cragar" dos anos 70 .... Adorei  ... Achei o máximo .... Tem algumas dezenas de cavalos a menos que o SRT8, mas para o meu gosto pessoal, é muito mais bonito !! E, no modelo 2010, US 10.000 a menos !!! (para a linha 2011 a diferença é de mais de US 15.000) ....

E essa diferença, quando aplicada sobre ela a cascata pornográfica de impostos, vira uma fortuna ...

Comecei a procurar os R/Ts Classic e encontrei um que me balançou imediatamente: um R/T Classic Crystal Black com as faixas brancas ... Era ele !!! A mesma sensação do comandante da Transbrasil .. Só que ao invés da imagem ter visto pela janela do ônibus, a minha veio pela janela do Windows (perdão pelo trocadilho infame) ...




Fotos do R/T Classic Crystal Black, na concessionária na Carolina do Norte. Em uma das fotos dá para ver um outro R/T Classic vermelho

Decidi que ia comprar este carro de qualquer jeito ... Não era o momento ideal, afinal minha empresa ainda está decolando após uma década de vida executiva, mas tinah que ser. Vendi alguns carros importantes da coleção: Charger R/T 71, 72, 79 ... Todos modelos repetidos do acervo, mas carros muito bons que foram para as mãos de amigos ...

Comecei o processo de importação ... E aí precisa ter paciência de chinês: procurações, instrumentos públicos, etc ... Passou sei lá quanto tempo e saiu a licença de importação e o carro foi embarcado:


O queridão no container, pronto para vir para o Brasil

Esqueci de falar, mas o carro foi comprado com mais de US 4.000 de desconto sobre o valor sugerido pelo fabricante (MRSP) e custou exatos US 29.900 !!! Ao câmbio de R$ 1,59 de hoje são R$ 47.500 !!!!  Menos do que o preço de partida de um Astra !!!!!! Como diz o filósofo Olavo de Carvalho, que tem um interessante folhetim semanal no YouTube chamdo True Outspeak, "brasileiro aguenta piroca de rinoceronte no cú e não reclama" ... Desculpe o palavrão, mas a carga tributária insana, o custo dos nossos parlamentares, o desperdício e a ineficiência da administração pública não merecem nada melhor ....

Bom, o Challenger chegou dia 24/janeiro de 2011 no porto do Rio de Janeiro ... É, Rio de Janeiro ... O porto de Santos é tão superlotado que compensa trazer o carro pelo porto do Rio !! Sui generis, não ??   

Mesmo assim o carro levou 3 semanas para ser liberado e vir para São Paulo ... Fui buscar ele no pátio da Gabardo em São Bernardo do Campo.



Acabou a novela ? De jeito nenhum ... Agora precisa aguardar o Denatran Brasília complementar o cadastro do carro !!! Mais 45 dias com o carro parado, agora na garagem de casa:


É tanta revolta com a burocracia que esqueci do mais importante, de descrever meu primeiro encontro com o carro .... Foi impactante ... O bicho é grande ... É lindo ... E o cheiro então ??? Cheiro é importante demais ...

Vim rodando com ele sem placa mesmo, mas não deu nem para acalmar as lombrigas ... Lombrigas que ficavam cada dia mais oriçadas com a imagem do carro 0km na garagem aguardando a burocracia me deixar usá-lo de vez ...

Neste 45 dias passei muito tempo dentro dele, com o motor ligado, ouvindo música ... De vez enquando saia, dava uma voltinha no quarteirão e entrava de volta na garagem ....

Meu filhote já decorou cada pedacinho do interior do carro:

A inspeção do chefinho ...

Eis que, na semana passada, o cadastro do carro saiu e o carro foi emplacado. Viajei com ele pela primeira vez na sexta-feira ... E pela primeira vez achei a viagem curta demais ...

É um carro simples, não tem computador de bordo, nem ar digital tem ... Mas é bacana demais ... Já me acostumei com as câmeras fotográficas e celulares sendo colocados para fora das janelas dos carros que passam fotografando o meninão ....

Gostei demais, me identifiquei demais com o carro, com o estilo, com a carroceria ... Acho que pelos próximos 10 anos, se Deus quiser, vou sempre ter um Challenger na garagem ...

Voltando para São Paulo, hoje pela manhã ...


Chegando em casa, 421 milhas acumuladas ....


Apesar de toda a burocracia recomendo muito a importação de um carro americano ... Com o dólar abaixo de R$ 1,60 até com o membro do rinoceronte supra-citado vale a pena !

A partir de agora vou ir postando a evolução da kilometragem (ou melhor, milhagem) do Challenger, contando eventuais defeitos, problemas, histórias, alegrias ... Vou dividir com os seguidores do blog minha história com o carro mais legal que eu já tive até hoje ...

Abraços,

Badolato